3 de maio de 2010

Lua

Grande, redonda,
Linda e sagrada Lua
Brilho pálido da luz
Que é somente sua

Sempre está lá no céu
Oh, grande mãe das estrelas
Que de noite aparecem
Pequenas, brilhantes, belas

Oh, grande Lua
Te contemplo pela janela
Como pode ser tão serena
Oh, grande Lua bela?

2 comentários:

Nina Maria disse...

Ju querida
Você é como a Lua, serena e bela.Seu rosto revela toda a beleza da sua alma.
Nós a amamos.Beijos
Vó Nina

Luciana Farias disse...

Poesia linda como você, querida!!!

Beijão!!!

Total de visualizações de página